"Puxe meu quadril, morda meu queixo, bagunce meus cabelos .. esfregue seu peito em minhas costas .. toque minha lombar, aperte minhas vértebras, me dê a mão, respire perto de mim, me faça rir, uma omelete, um cafuné no sofá. Não sou uma floresta intocada. Sou uma mulher novamente virgem minutos depois que sua mão me abandona. Deguste meus cheiros, fareje meus gostos, beije minhas cores."

— Gabito Nunes   (via meninofirework)
"nem sempre
o tamanho
do amor
é compatível
com o tamanho
do coração
assim que
sinto-me:
transbordando."

nevou.   (via nevou)
"Talvez ninguém tenha te avisado ainda, então desculpa se eu vou te dar essa notícia sem te preparar antes: a porra do mundo não gira em torno do seu umbigo. Ficou chocado? Acontece."

Tati Bernardi.  
"A gente pode morar numa casa mais ou menos, numa rua mais ou menos, numa cidade mais ou menos, e até ter um governo mais ou menos. A gente pode dormir numa cama mais ou menos, comer um feijão mais ou menos, ter um transporte mais ou menos, e até ser obrigado a acreditar mais ou menos no futuro. A gente pode olhar em volta e sentir que tudo está mais ou menos. Tudo bem. O que a gente não pode mesmo, nunca, de jeito nenhum é amar mais ou menos, sonhar mais ou menos, ser amigo mais ou menos, namorar mais ou menos, ter fé mais ou menos, e acreditar mais ou menos. Senão a gente corre o risco de se tornar uma pessoa mais ou menos."

— (via apenas-aman-do)
"Do amor
conheço os sintomas
e os hematomas."

Paulo Leminski. 
"Eu estive no ar. Fora da minha cabeça. Preso em um momento de emoções que eu destruí. Isso é o fim que eu sinto? No Ar, fudido na vida. Todas as leis que eu quebrei, amores que eu sacrifiquei. Esse é o fim? Mil vezes eu tentei o destino. Mil vezes eu joguei esse jogo. Mil vezes que eu tenho dito, hoje."

— Up In The  Air - M. Strieder  
"A verdade é que você chega nesse mundo sozinho, e sai do mesmo jeito."

Cazuza
"Dia a dia, ao vê-la enfrentar com tal fortaleza o sofrimento, eu a olhava com uma angústia feita de amor e admiração. Nunca vi nada assim; mas, também, nunca vi ninguém que se lhe comparasse em nada. Mais forte do que um homem, mais simples do que uma criança, a sua natureza era única."

O Morro dos Ventos Uivantes.  
"Éramos como a folha e o vento. Impossível de ficar juntos mas, algo nos trazia para perto. Tentamos inúmeras vezes, prometemos nunca mais nos olhar, nunca mais sentir isso de novo. Promessas falhas, até que chegou um momento que não dava mais certo, e sabe? Foi até melhor assim. Afinal, uma folha não foi feita para ficar com o vento."

O Diário de Sofi.